PERIGO NO USO DE LUBRIFICANTES FORA DE ESPECIFICAÇÃO EM MOTORES MODERNOS

Você sabia que os modernos motores de ultima geração, equipados nos veículos, sejam estes automóveis, caminhões ou ônibus, utilizando sofisticadas tecnologias de motorização e de computação, demandam também de lubrificantes altamente sofisticados para a sua lubrificação e que, dependendo da gravidade oriunda da utilização de lubrificantes erroneamente utilizados nesses motores, pode levar a danos irreparáveis e altamente onerosos e, em alguns casos, a ter de substituir o motor por completo?

  • A partir dos anos 2000 com a imperativa demanda mundial em modificar significativa e aceleradamente a matriz energética em uso, modificando sistemática e profundamente a utilização de combustíveis fósseis e os demais derivados do petróleo, entre estes os lubrificantes visando reduzir drasticamente as emissões e consequentemente o efeito estufa. Para tal, as tecnologias dos motores tiveram de serem mudadas de tal maneira que nossos modernos motores de hoje, nada tem a ver com os motores dos anos 60, 70 80 e 90 e quem dirá compará-los com aqueles do inicio da indústria automotiva.
  • Em específico, falando dos lubrificantes, estes passaram a ser denominado pela própria Indústria Automotiva de Peças Líquidas de Reposição, o que levou a serem consideradas muito mais do que simplesmente lubrificantes, pois as funções que exercem nestes motores são muito mais do que simplesmente lubrificar as peças moveis internas do motor. Hoje não existe apenas um Instituto que classifica os lubrificantes nas funções de “Performance” destes, mas sim, um complexo e altamente sofisticado grupo de Institutos, em nível mundial, que isolada e em trabalhos muitas vezes conjuntos desenvolvem tecnologias, muitas vezes customizadas e específicas para uma determinada tecnologia de motor e, o uso indiscriminado ou diferente daqueles estabelecidos pelas montadoras em termos de normativas de lubrificante podem levar a prejuízos e danos irreparáveis e altamente onerosos e por vezes, dependendo da gravidade das consequências a ter de substituir o motor com custos próximos a quase o preço de um carro de modelo mais simples, gastos apenas na reparação e/ou substituição destes modernos motores.
  • As mudanças de tecnologias hoje em dia andam em velocidades inimagináveis, se compararmos com o que acontecia nesta área da tecnologia, 10 ou 20 anos atrás e o uso errado de um lubrificante, visando economia, ou mesmo por negligencia, podem ser um caminho sem volta.

A TEXSA DO BRASIL, prima por Qualidade e mesmo sendo uma Indústria 100% Brasileira e jovem em idade, busca incansavelmente equiparar-se em aprimoramento tecnológico e atualização tecnológica às Gigantes de seu mercado. Para tal participa de Congressos, está em constante contato com montadoras e tem em sua linha de lubrificantes para atender a demanda da tecnologia automotiva, produtos atualizados e com aprovações nas maiores Montadoras Automotivas e, sempre em caráter mundial. Nossas ultimas aprovações foram dadas pelas matrizes de Indústrias como a Daimler Benz, (a famosa Mercedes, campeã mundial por vários anos na F1), a VW, (outra Gigante Alemã que produz automóveis de altíssima tecnologia), a Ford, também gigante do ramo automotivo..., entre outras.

“A EVOLUÇÃO TECNOLOGICA DOS MOTORES E A RELAÇÃO DESTES COM OS LUBRIFICANTES”

REVISTA O MECÂNICO – PAUTA SOBRE TROCA DE ÓLEO AUTOMOTIVO EM VEICULOS LEVES

matéria Solicitada opinião da TEXSA DO BRASIL como Indústria do segmento de Lubrificantes.

DICAS IMPORTANTES PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMBARCAÇÕES

Dicas importantes sobre lubrificantes para pequenas e médias embarcações que utilizam motores 2T quem tem um barco pesqueiro ou curtes uma lancha, pode se beneficiar delas!

TRANSMISSÕES MECÂNICAS

Lubrificantes para Transmissões Mecânicas..., GL-4 ou GL-5, Será que uma substitui a outra?